3 ideias sobre “O unicórnio de porcelana

  1. Clene Salles

    Luis, logo depois que assisti este vídeo fiquei por alguns instantes com a sensação de que o ar estava suspenso, o silêncio tomou conta de mim… Em seguida pensei: ‘Algumas coisas hoje, neste exato momento, para onde quer que eu olhe, estão aparentemente inteiras… Entretanto outras tantas coisas (talvez mais do que eu imagine) estão certamente trincadas ou mesmo quebradas, até mesmo estilhaçadas. Estou certa disto!’ Graças a Mnemosine, a deusa da memória, elas voltam e se preservam inteiras. O estilhaço nos remete a origem do completo/inteiro. Bem, melhor ainda, deixa explicar melhor – o estilhaço pode ou não nos conectar com a essência das coisas. Obrigada Luís, mais uma vez você com toda a sua sabedoria, reacendeu algo importante na minha vida! Obrigada!

  2. Luis Pellegrini Autor do post

    Também achei, Emanuel. Passa a mensagem simples, porém fundamental, de que na vida nenhum ato é gratuito, tudo é consequente, para o bem ou para o mal. Abs

Comente