Arquivo da categoria: Geral

Como será a nova Notre-Dame? Arquitetos dão asas à imaginação

 

As propostas mais originais de arquitetos e designers para o restauro da agulha e do teto da Catedral de Notre-Dame, destruídas pelo incêndio de 15 de abril 2019. Um raio de luz que toca os céus de Paris, uma brilhante chama dourada, um teto com estrutura de diamante, um outro que se transforma em jardim. Bem vindos ao mundo das fantasias de super arquitetos e designers que deram asas à imaginação para propor a nova Notre-Dame de Paris.

Por: Equipe Oásis

notre-dame_progetto-fuksas
A agulha em cristal Baccarat do arquiteto italiano Massimiliano Fuksas. Arte: Alessandro Fuksas

Um raio de luz que toca os céus de Paris, uma brilhante chama dourada, um teto com estrutura
de diamante, um outro que se transforma em jardim. Bem vindos ao mundo das fantasias de
super arquitetos e designers que deram asas à imaginação para propor a nova Notre-Dame de
Paris.

Depois do incêndio de 15 de abril 2019, que destruiu o teto medieval e a agulha do século 19 projetada pelo arquiteto Eugène Viollet-le-Duc, o presidente Emmanuel Macron anunciou um concurso  internacional de arquitetura para a recuperação da catedral metropolitana de Paris, declarando não ter preconceitos em relação a qualquer ideia arquitetônica contemporânea, até mesmo as mais ousadas.

Assim sendo, imagens de hipotéticos restauros já começam a surgir nos sites mais prestigiosos de arquitetura e design, sugerindo soluções.

Para o arquiteto italiano Massimiliano Fuksas a nova agulha da Notre-Dame deve ser montada em peças de cristal Baccarat e permanecer sempre iluminada, para se tornar um verdadeiro farol na noite. Já o francês Mathieu Lehanneur propõe, por seu lado, uma chama estilizada em fibra e carbono, com 90 metros de altura, funcionando como futura memória do incêndio.

Parigi, la ricostruzione della cattedrale di Notre-Dame

A chama dourada do arquiteto Mathieu Lehanneur

 

Outros projetos escolhem o vidro como material de base, como o do arquiteto russo Alexander Nerovnya, professor do Instituto de Arquitetura de Moscou, que desenhou uma cobertura semelhante a um enorme diamante tendo ao centro uma agulha de inspiração gótica.

O teto de vidro em forma de diamante do russo Alexander Nerovnya

O vidro também é o material básico escolhido pelo estúdio de arquitetura AJ6, de São Paulo, Brasil, que sugere para o teto e a agulha vitrais coloridos como aqueles que tornaram famosa a catedral, e que datam da Idade Média, para lançar sobre os fieis faixes luminosos multicoloridos.

Parigi, la ricostruzione della cattedrale di Notre-Dame

Os mosaicos de vidro do AJ6 Studio, de São Paulo

 

Muito sugestiva a proposta do estúdio eslovaco Vizum Atelier: uma torrre longa e fina que projeta um facho de luz nos céus de Paris, e também a sugesyão do estúdio Kiss the Architect, que imaginou uma agulha desenhada como uma escada caracol, como plataformas suspensas entre esferas e grandes arcos.

Ideias verdes

Outros projetos são mais voltados ao ambiente, como aquele do francês Clément Willemin, que quer transformar o teto da catedral em um jardimi a céu aberto “dedicado a todas as espécies de animais e de plantas que estamos cancelando da face da Terra”, diz o autor.

Parigi, la ricostruzione della cattedrale di Notre-Dame

A vertiginosa escada caracol do Studio Kiss the Architect, do arquiteto Dakis Panayiotou.

 

Existe também o projeto do Studio Nab, de Paris: uma enorme estufa serviria de teto, com uma agulha de vidro que abrigaria centenas de colmeias de abelhas. As abelhas, com efeito, são um dos símbolos de Paris, e sempre fizeram seus ninhos no teto de Notre-Dame.

A estufa gigante do Studio Nab de Paris

Enquanto, recente sondagem informa que 55% dos franceses consultados declaram preferir que a catedral seja reconstruída exatamente da mesma forma que ela era antes do incêndio… Quem vencerá a disputa?