Campo de Gelo Norte: lá vou eu

Imagem do Campo de Gelo Norte, na Patagônia chilena.

Olá amigos, amanhã, dia 1º de fevereiro, sigo para o Chile. Participo de evento em Santiago e, em seguida, parto com um pequeno grupo de jornalistas capitaneado por Jaime Borquez, vou para a Patagônia do Norte, onde visitarei a região de Aysén e as bordas do Campo de Gelo Norte. Situado no alto da cordilheira dos Andes, na fronteira entre o Chile e a Argentina, trata-se de uma das mais vastas extensões geladas em sítios de grande altitude em todo o mundo. São os dois campos de gelo da Patagônia chilena, o do Norte e o do Sul, que alimentam as dezenas de glaciares que vão se lançar no Oceano Pacífico, a oeste, e nos lagos andinos argentinos, a leste. Vou fotografar, e estrear minha filmadora de vídeo (espero não errar tudo). Na volta conto a aventura para vocês. Volto dia 13 de fevereiro.

Comentários

comentários

3 ideias sobre “Campo de Gelo Norte: lá vou eu

  1. Neusa

    Amigo Pellegrini tenho uma grande admiração e carinho por VC, desde os tempos das suas publicações na revista PLANETA. Adorei descobri seu blog, assim posso acompanhar suas publicações e viagens de aventuras.
    E qdo penso que já fez de tudo, VC surpreende e resolve ir passear e fotografar na Cordilheira dos Andes… Incrível!
    Vou plagiar nossa amiga Lourdes, na próxima encarnação quero ser Pellegrini!
    PARABÉNS!!! e Boa Viagem.
    **Vou aguardar as novidades e as fotos.

  2. maria thereza conde sandoval

    Querido, já fui para o glaciar Perito Moreno, é lindo. Quando chegamos, a primeira coisa que o guia falou foi: Este é o unico bloco de gelo que JAMAIS SE ROMPERÁ… E deu as explicações. Pois bem: três meses depois, o bloco se rompeu… A Terra está ficando brava, muito brava.

Comente